15 Out 2020 a 25 Out 2020

SeixalJazz mais português de sempre a partir de dia 15 de outubro

SeixalJazz mais português de sempre a partir de dia 15 de outubro

O SeixalJazz está de volta com a 21.ª edição, que decorre de 15 a 24 de outubro, sempre às 22 horas e em segurança, perante a contingência da covid-19. O Seixal continua a marcar o panorama jazzístico nacional e o cartaz deste ano é concretizado com projetos exclusivamente portugueses, de qualidade indiscutível e que irão sem dúvida enobrecer o palco deste festival internacional.

O Sexteto de Jazz de Lisboa, com Mário Laginha, Francisco Brito, Mário Barreiros, Edgar Caramelo, Ricardo Toscano e Tomás Pimentel, é a prova do elevado nível desta edição, que abre o pano com um coletivo que nasce em 1984 e que surge agora com algumas novidades na formação, acompanhado de uma sonoridade marcadamente contemporânea, a qual foi muito bem acolhida pela crítica e entusiastas. Têm as honras de abertura do SeixalJazz 2020, no dia 15 de outubro, quinta-feira.

No dia seguinte, sexta-feira, sobe ao palco o trio de André Rosinha para apresentar «Árvore», o novo disco do contrabaixista, lançado em dezembro de 2019 e que mereceu classificação «5 estrelas» pela prestigiada «jazz.pt». A encerrar a primeira semana de jazz no Seixal, uma tuba, uma guitarra e uma bateria, o trio TGB, formado em 2003, com Sérgio Carolino, Mário Delgado e Alexandre Frazão.

A segunda semana de SeixalJazz arranca logo na quarta-feira, dia 21, com o trio que junta Eduardo Raon, na harpa, Luís Figueiredo, no piano e João Hasselberg, no contrabaixo, para apresentar o disco «This Was What Will Be», uma edição de autor de abril de 2020. O projeto LAB, coliderado pelos músicos Ricardo Pinheiro (guitarra) e Miguel Amado (baixo elétrico), chega na quinta-feira à noite, com composições da sua autoria e para o qual convidam Tomás Marques, no saxofone, e Diogo Alexandre, na bateria, vencedores do prémio jovens músicos 2019, na categoria jazz.

O quinteto da pianista Isabel Rato, um dos nomes femininos mais destacados da nova geração do jazz nacional, regressa no dia 23 de outbro, sexta-feira, a uma casa que tão bem conhece e traz consigo músicos com créditos já firmados no panorama nacional: João David Almeida, na voz, João Capinha, nos saxofones (soprano, alto e tenor), João Custódio, no contrabaixo, e Alexandre Alves, na bateria. Recorde-se que a também compositora, arranjadora e produtora é residente no Seixal e tem colaborado desde 2018 n’O SeixalJazz Vai à Escola.

O SeixalJazz 2020 encerra no sábado, dia 24 de outubro, com o quarteto do vibrafonista Eduardo Cardinho, na companhia de músicos consagrados – João Barradas, no acordeão, Bruno Pedroso, na bateria, e André Rosinha, no contrabaixo – um projeto escrito e pensado para esta formação.

No cumprimento das indicações da Direção-Geral da Saúde, serão asseguradas todas as condições de segurança, o distanciamento físico e o número de pessoas que se podem agrupar num mesmo espaço. Os assistentes de sala encaminharão os espetadores para os seus lugares, conforme a ordem de chegada.

Os bilhetes estarão disponíveis em breve na rede Ticketline e na bilheteira do Fórum Cultural do Seixal.

 

Fonte: Press Release


Ainda não és nosso fã no Facebook?


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *