14 Jul 2016 a 16 Jul 2016

Mini maratona musical – Os palcos EDP e Antena 3 no 1º dia do festival SBSR

Mini maratona musical - Os palcos EDP e Antena 3 no 1º dia do festival SBSR

São 22 anos de SBSR e o segundo ano no Parque das Nações. Há quatro palcos com música para todos os gostos. E o Tejo ali mesmo ao lado. Neste primeiro dia de SBSR fomos espreitar os palcos EDP e Antena 3 por onde desfilaram alguns artistas muito esperados: pela curiosidade que despertavam ou pelo facto de já contarem com alguns fãs fiéis e que não quiseram perder a oportunidade de ver e ouvir artistas como Lucius ou Kurt Vile.

Apesar do espaço do festival não ser muito extenso, não conseguimos evitar a correria ou o andar mais apressado entre os palcos. Já todos esperávamos que isso acontecesse: não contávamos, no entanto, com os consecutivos atrasos das actuações, no palco EDP e no palco Antena 3.

 

Palco EDP

Surma chega-nos de Leiria. Em tempos, Débora Umbelino fez parte de uma banda denominada Backwater and the Screaming Fantasy. É uma artista que se multiplica por vários instrumentos em palco. No SBSR teve a companhia de uma harpa, em palco, que criou um ambiente melodioso numa hora em que o calor e o sol ainda se faziam sentir. Prevê-se que o álbum saia no final deste ano.

Surma-8545 Vê aqui todas as fotos de Surma no Super Bock Super Rock

Jess Wolfe, Holly Laessig, Dan Molad, Peter Lalish e Andrew BurriLucius constituem os Lucius. A estreia é absoluta nos palcos nacionais. O que trouxeram na mala? O novo álbum, Good Grief. Jess e Holly têm uma postura verdadeiramente hipnotizante em palco.

Lucius-8596 Vê aqui todas as fotos dos Lucius no Super Bock Super Rock

Os Villagers viajaram de Dublin para Lisboa. A banda foi constituída por Conor O’Brien, Tommy McLaughlin, Danny Snow, James Byrne e Cormac Curran, em 2008. São adeptos do indie folk e contam já com dois álbuns na bagagem. O concerto começou com um atraso de cerca de vinte minutos e o pontapé de saída foi dado por Courage.

Kurt Samuel Vile é um compositor, instrumentista e intérprete norte-americano com seis discos a solo, e fundador dos The War On Drugs. Foi difícil ver-lhe a cara durante o concerto: os seus cabelos longos tapavam-lhe o rosto. Sem problemas: a guitarra e o rock fizeram-se ouvir neste palco que a magnífica pala do Pavilhão de Portugal acolhe. O momento do concerto aconteceu com Pretty Pimpin, a música que todos conhecemos – mesmo que não saibamos bem quem é o Kurt Vile.

Kurt-8782 Vê aqui todas as fotos de Kurt Ville no Super Bock Super Rock

Jamie xx é conhecido – entre outros projectos – pela sua presença na banda XX. Editou recentemente um álbum a solo, In Colour. A sua música fica como que a caminho do garage e do house – e conta com muitos fãs por cá. O formato de DJ set transformou o palco EDP numa pista de dança, onde era impossível ficar sentado.

20160714225639-03_jamie_xx-0038 Vê aqui todas as fotos de Jamie xx no Super Bock Super Rock

 

Palco Antena 3

Ao todo, serão doze os artistas portugueses que vão passar pelo palco Antena 3, no SBSR.

Alek Rein – ou Alexandre Rendeiro – assume o psicadelismo folk anglo-saxónico no seu trabalho musical. Nasceu em New Jersey, Estados Unidos da América. River of Doom foi o seu primeiro single; em breve será editado o seu primeiro LP, denominado Mirror Lane.

Há exactamente um ano, Benjamim iniciava uma tour que o levou a conhecer vários pontos do país, durante trinta e três dias e cerca de 5670 km percorridos. Tivemos oportunidade de nos cruzarmos com o músico num outro festival, o Bons Sons, para uma breve conversa que ficou registada e que podem ler aqui. No SBSR Benjamim partilhou a sua postura descontraída, de quem tem o privilégio de fazer a música que gosta.

20160714194600-01_benjamim-0347 Vê aqui todas as fotos de Benjamim no Super Bock Super Rock

De Braga chegam-nos os peixe : avião. Peso Morto é o nome do seu último trabalho, editado neste ano. Nesta altura do festival já o palco Antena 3 sofria de atraso crónico, que teve como efeito o dispersar de público para outros festivais, perdão, outros palcos! Uma das coisas boas dos festivais é que permitem esta mobilidade e escolha: umas vezes pensada, outras forçada pelo incumprimento dos horários.

Peixe-Avião-8672 Vê aqui todas as fotos dos peixe : avião no Super Bock Super Rock

De 2003, com O Caminho Ferroviário Estreito, até Carga de Ombro, em 2016 – já é longa a carreira de Samuel Úria. O músico de Tondela consegue sempre surpreender-nos e embalar-nos em composições que revelam dedicação, prazer e trabalho. À hora marcada – mesmo ali resvés The National no MEO Arena – havia muito público que aguardava a Carga de Ombro e outras músicas. Mas os atrasos acumulados desde o primeiro concerto fizeram com que o público dispersasse e acabasse por escolher a banda de Matt.

Uria-9120 Vê aqui todas as fotos de Samuel Úria no Super Bock Super Rock

 

No Palco Carlsberg houve tempo para dançar ao som de Bomba Estereo, DJ Shadow e DJ Riot – a quem couberam as honras de fecho deste primeiro dia de “ÉsseBêÉsseÉrre”. Para saber o que aconteceu neste dia, no palco Super Bock, basta clicar aqui.

Joana Rita  

Joana Rita é filósofa, criadora de conteúdos, formadora e investigadora. Ah! E uma besta muito sensível.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Alek Rein, Benjamim, Bomba Estereo, DJ Riot, DJ Shadow, Jamie xx, Kurt Vile, Lucius, peixe : avião, Samuel Úria, Surma, Villagers


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *