14 Ago 2019 a 17 Ago 2019

A calma depois da tempestade… – penúltimo dia do Vodafone Paredes de Coura

A calma depois da tempestade... - penúltimo dia do Vodafone Paredes de Coura

Já não nos sentimos umas sardinhas enlatadas no recinto e ontem, podemos circular mais descansados e à vontade. Os destaques vão para First Breath After Coma, Spiritualized e claro Father John Misty. Descobre tudo sobre estes embalos típicos de um terceiro dia calmo e sereno, conforme as escrituras.

Ainda a recuperar energias de New Order, passámos a tarde tranquilos junto ao rio, tranquilidade essa que cessou com os Madrepaz, no palco Jazz na Relva. Vimo-nos envolvidos num pop xamânico ao qual foi impossível ficar indiferente. Como tantas outras bandas portuguesas que já passaram pela Praia Fluvial do Taboão, esperamos no futuro vê-los também dentro do recinto. Têm uma sonoridade perfeita para abrir as atuações do palco principal ao pôr-do-sol.

Por falar em sonoridade perfeita + pôr-do-sol…

Já dentro do recinto, os portugueses First Breath After Coma foram sublimes no palco Vodafone. Pouco depois do início do concerto, entra Noiserv que com eles permaneceu até ao fim tendo-nos dado um pouco da experiência do que se passou no Bons Sons este ano. FBAC + Noiserv completam-se de uma maneira única e, aqui no Norte, parece que estamos sempre a ver e ouvir estes rapazes de Leiria tendo inclusive actuado por estas margens em 2016. Este foi, sem sombra de dúvida, um dos concertos em que mais se destacaram.

Com pouco destaque estiveram os Balthazar no palco Vodafone.fm. Não ficámos totalmente convencidos pelo indie pop-rock belga. Entretanto fomos recuperando o entusiasmo com os Deerhunter e o seu tom claramente dream pop. Os autores de Helicopter, Revival e Desire Lines, lançaram o seu oitavo álbum, Why Hasn’t Everything Already Disappeared?, em Janeiro deste ano e claramente continuam nas boas graças dos indies portugueses.

Spiritualized com um fim celestial e Father John Misty sem encore

Tal como a banda anterior, os Spiritualized também foram bem recebidos. Continuaram no tom calmo e relaxado enquadrado no espectro musical da maioria das bandas deste dia. Para o ano que vem farão 30 anos de carreira e não foram 3 décadas fáceis. Já perdemos a conta de quantos membros entraram e saíram da banda ao longo do tempo, mas a voz de Jason Pierce continua divinal.

Na abertura, viajamos de imediato até 1997 com o tema Come Together (que foi de imediato reconhecido pelo público). Depois avançamos 11 anos, até ao álbum Songs in A&E com Soul On Fire, no qual todos cantámos em uníssono. Assim permanecemos nestas viagens até ao término da atuação com a cover longa e espiritual Oh Happy Day de Edwin Hawkins.

O desfecho da noite no palco principal, ficou a cargo do cabeça de cartaz Father John Misty. Joshua Michael Tillman aka Josh Tillman deixou-nos um pouco tristonhos. Embora tenha tocado 17 temas, não nos presenteou com encore. Talvez estejamos mal habituados, mas é algo que num festival tem sempre impacto positivo.

Lançou em 2018 mais um disco, God’s Favourite Customer, que aqui apresentou quase na íntegra. O álbum tem recebido excelentes críticas, porém a plateia não se mostrou super conhecedora do mesmo. Mas arrebitámos todos em temas menos recentes, como Real Love Baby e I Love You, Honeybear. Faltou um encore, faltou mesmo…

No palco After-Hours o penúltimo dia de festival prosseguiu com Peaking Lights e Romare.

O que é bom, dura pouco, mas ainda temos um dia pela frente. Consulta a programação https://musicfest.pt/festival-edicao/vodafone-paredes-de-coura-2019/

Ana Duarte  

Estudou Línguas, Literaturas e Culturas na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Tem uns pais malucos que a levaram a concertos desde 3 anos e a festivais desde os 9. Passadas mais de 2 décadas, ainda por cá anda... P.S.: Leva o conceito de carpe diem muito a sério.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Balthazar, Deerhunter, Father John Misty, First Breath After Coma, Madrepaz, noiserv, Peaking Lights, Romare, Spiritualized


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *