Swallow The Sun – Lumina Aurea / When a Shadow is Forced Into the Light

Depois do sucesso de Songs for The North I, II, III os finlandeses Swallow The Sun remeteram-se a um silêncio profundo que foi precipitado, também, pelo desaparecimento trágico de um grande amor. Este é o resultado do luto.

Swallow The Sun - Lumina Aurea / When a Shadow is Forced Into the Light

Lumina Aurea / When a Shadow is Forced Into the Light

Century Media Records, 2019

É neste período de dois anos e meio feitos de uma dor imensa, de uma vastidão de sentimentos que Juha Raivio se encerrou no seu mundo, tentando perceber os seus sentimentos e a encontrar a luz que julgava perdida.

Assim nascem estes dois registos do sexteto que, ligados entre si, nos fazem um retrato (fiel) do que é um ser humano se ver, subitamente, desamparado, só, perdido em si mesmo. Porém é essencial olhar para ambos os lançamentos de forma individual, mesmo tendo em conta tudo o que os une e separa, sendo que em Lumina Aurea os Swallow The Sun colaboraram com Einar Selvik (Wardruna) e Marco Benevento (The Foreshadowing) o que quer dizer que, nesta(s) faixa(s), a banda nos traz uma paisagem (quase) cinematográfica e onde nos encontramos com o deserto gelado em que o homem e a pessoa se encontravam, sendo este tema um tema de difícil digestão, tal o negrume sonoro e visual que o mesmo nos propõe. Talvez seja esta a melhor forma de entrar no LP. Um tema de escuta difícil cuja audição se recomenda.

When a Shadow is Forced Into the Light é um disco poderoso, feito de (e por) Amor. Um disco que ao longo dos seus oito temas nos dá uma sensação de desespero, solidão e de uma dor imensa, uma dor maior que a vida. Desde a poderosa faixa-título, um desesperante grito de revolta, fica desde logo a certeza de que este é o disco mais pessoal e introspectivo dos finlandeses. Feito de estranhas paisagens em que nos perdemos e encontramos e onde a simplicidade se encontra com melodias grandiosas e rodeadas de uma enorme esperança. entre o desespero de Firelights e a comoção de Stone Wings este é um disco feito de emoções, feito de vazios que encontram a coragem, a resiliência e a aceitação de um facto que, quer se queira, quer não, altera o Homem. Juha Raivio escreve neste sétimo disco as suas melhores composições e garante ao sexteto um dos melhores disco de um ano que ainda agora começou. When a Shadow is forced Into the Light é um disco catártico, belo, escuro mas onde a banda encontra a luz e a esperança no meio de todo o caos.

Obrigatório.

10/10

Nuno Lopes  

Melómano convicto, dedicado ás sonoridades mais pesadas. Fotógrafo, redactor, criativo. Acredita que a palavra é uma arma. Apesar de tudo, até é boa pessoa.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Swallow The Sun

  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *