Super Bock Under Fest: cartaz fechado com novidades na programação

Super Bock Under Fest: cartaz fechado com novidades na programação

É já nos dias 23 e 24 de Março que o Super Bock Under Fest leva o melhor da música atual à cidade de Vigo, numa programação espalhada por vários espaços da cidade galega, com propostas nacionais e internacionais que vão desde o soul ao pop, rock e eletrónica.

Depois do concerto de apresentação, no passado dia 10 de Março, ter levado Slowdive e Dead Sea ao Hall do Auditorio Mar de Vigo fazendo antever uma primeira edição de sucesso do Super Bock Under Fest, o festival continua a fazer crescer a sua programação e a apresentar novidades.

Por motivos alheios à organização do festival, The Soft Moon e Simian Mobile Disco (DJ Set) não irão atuar na primeira edição do Super Bock Under Fest. A dupla de eletrónica será substituída por Hot Chip (DJ Set), um projeto que promete ser diferente de qualquer outro DJ set antes visto. Um exercício que dá espaço à improvisação e consegue surpreender o público com o inesperado, enquanto a banda estica as suas asas para produzir uma banda sonora nunca antes vista e específica para o festival.

À programação da primeira edição do Super Bock Under Fest juntam-se também os galegos Rayotaser e Sen Senra e os portugueses Nádia Schilling e Xinobi.

“Tengo que pedir perdón” (2016) é o nome do primeiro EP de Rayotaser. O trabalho combina pop e eletrónica com os olhos postos da pista de dança. O projeto surge com uma sonoridade distinta e pretende assim criar uma simbologia muito própria. Depois dos primeiros passos, dados em 2016, o trio continua a apostar no synthpop, house e eletropop com melodias que têm tanto de dançável como de robóticas.

O produtor e músico Sen Senra publicou o primeiro álbum há dois anos e volta à carga com “The Art of Self-Pressure”, trabalhos que lhe valeram o rótulo de Mac DeMarco galego. A simplicidade e falta de pretensão fizeram o jovem destacar-se no panorama actual da música espanhola e o mais recente trabalho mantém a base garage com toques de r&b, soul e música urbana.

Natural das Caldas da Rainha, Portugal, Nádia Schilling cresceu com o movimento de rock alternativo que popularizou a cidade na década de 90. Com influências folk mas também do rock e do jazz o primeiro trabalho foi gravado ao longo de dois anos e contou com diversos convidados. As músicas foram compostas numa velha guitarra acústica, após o período tumultuoso que se seguiu à morte da sua mãe. “Above the Trees” surge assim como um disco de uma escuridão subtil e invulgar, onde Nádia se expõe como forma de exorcismo de sombras e de catarse, mas também como um disco de memórias e um tributo.

Também de Portugal, chega Bruno Cardoso, um adulto de coração jovem obcecado com a música.Depois de lançar alguns EPs sólidos em rótulos como Discotexas, Nervous, Work-It-Baby e Ministry of Sound, Xinobi ganhou um reconhecimento real entre artistas e criadores de opinião bem conhecidos. 2018 trará novidades, com um EP planeado. Apesar do apetite voraz por diferentes géneros, há uma consistência única nas produções de Xinobi.

Uma diversidade de géneros, artistas e nacionalidades com lugar marcado no Super Bock Under Fest. Dias 23 a 24 de Março, a música toma conta de Vigo.

 

Fonte: Press Release


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Hot Chip, Nádia Schilling, Rayotaser, Sen Senra, Xinobi

  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *