18 Jul 2014 a 26 Jul 2014

Mulatu Astatke, Ibrahim Maalouf e Tigran no FMM Sines 2014

Mulatu Astatke, Ibrahim Maalouf e Tigran no FMM Sines 2014

O pai do ethio-jazz, Mulatu Astatke, está confirmado no FMM Sines – Festival Músicas do Mundo 2014, que se realiza em Porto Covo e Sines entre 18 e 26 de julho. Também estão confirmados o trompetista franco-libanês Ibrahim Maalouf, o pianista arménio Tigran, as cantoras argentinas La Yegros e Soema Montenegro, a cantautora canadiana Mélissa Laveaux e os projetos africanos Debademba e Teta. O público vai também poder ver nos palcos do festival a dupla polaca Karolina Cicha & Bart Palyga, o saxofonista norte-americano Colin Stetson, o músico bretão Krismenn e o projeto mexicano Arreola+Carballo.

Um dos fundadores da música etíope contemporânea e um dos grandes músicos em atividade no mundo, Mulatu Astatke é compositor, arranjador e intérprete de vibrafone, piano, órgão e outros instrumentos. Nascido em 1943, em Jimma, estudou música no Trinity College de Londres e foi o primeiro aluno africano do Berklee College of Music de Boston. Fez carreira nos EUA, onde tocou com grandes nomes do jazz, como Duke Ellington. Foi com este percurso que no início dos anos 70 voltou à Etiópia e ajudou a dar brilho à idade de ouro da música do país. É considerado o pai do ethio-jazz, uma síntese de jazz, pop, música latina e música tradicional etíope. Em Sines apresenta-nos “Sketches of Ethiopia”, o seu disco de 2013.

Ibrahim Maalouf é um dos mais reconhecidos trompetistas europeus, o músico instrumental que mais discos vendeu em França nos últimos quatro anos. Nasceu em 1980, em Beirute, numa família de artistas que teve de sair do Líbano devido à guerra civil. Cresceu nos subúrbios de Paris e recebeu uma educação em música erudita. Continua a ser um trompetista clássico requisitado, mas tem feito um percurso como autor nas fusões do jazz com o rock, o funk e as tradições. Vem a Sines tocar o seu quinto disco, “Illusions”, que recebeu o prémio Victoires de La Musique 2014 para melhor álbum “world music” editado em França.

Tigran é um dos pianistas mais destacados da sua geração. Nasceu na Arménia, em 1987, mas vive em Los Angeles desde 2003. Venceu vários prémios, entre os quais a edição de 2013 do prémio de promessa na música da Fundação Vilcek, que homenageia os imigrantes com um contributo criativo para a sociedade americana. Sente-se igualmente à vontade no jazz, na música clássica, no repertório popular arménio e no rock. Atua em Sines com o seu trio e o novo disco, “Shadow Theater”.

Mélissa Laveaux é uma nova cantora, guitarrista e autora num território entre a pop, a soul e a folk. Canadiana, filha de pais imigrantes haitianos e residente em Paris, a experiência da emigração atravessa as letras das suas canções. Apresenta-nos o seu segundo álbum, “Dying is a Wild Night”, lançado em 2013.

A cantautora La Yegros renova a cumbia argentina através de uma mistura sonora de pendor global. A sua estética sintetiza a autenticidade do folclore do nordeste argentino com estilos cosmopolitas como o rap, o reggae, o funk, a soul ou a eletrónica, marca de Buenos Aires, a metrópole onde cresceu.

Outra artista argentina confirmada no festival é Soema Montenegro. É cantora, compositora e, sobretudo, improvisadora, um dos lados mais distintivos da sua personalidade musical. O ambiente cultural da Província de Buenos Aires, entre a grande cidade, o campo e a selva, enforma a sua proposta musical.

Debademba é uma dupla formada no seio da comunidade africana de Paris. Junta Abdoulaye Traoré, guitarrista, letrista e compositor do Burkina Faso, a Mohamed Diaby, cantor e griot do Mali. Traz a Sines o disco “Souleymane”, lançado em 2013.

Teta é um cantor e guitarrista virtuoso do sul do Madagáscar. Faz música no género tsapiky, característico da sua etnia, os Mahafaly. Chega ao FMM Sines menos de um ano depois de obter o 2.º lugar no Prémio Découvertes Radio France International.

Karolina Cicha é uma cantautora, multi-instrumentista e atriz natural da Podláquia, região de fronteira no nordeste da Polónia. Através do projeto “Many Languages”, celebra a diversidade da sua terra com canções nas várias línguas das minorias da região. Bart Pałyga, violoncelista, multi-instrumentista e improvisador, é o companheiro de Karolina nesta aventura.

O norte-americano Colin Stetson é um revolucionário na forma de tocar metais em geral e saxofones em particular. A sua música, de grande riqueza polifónica, situa-se na junção do jazz com o rock independente. Dois dos álbuns que lançou no ciclo “New History Warfare” foram nomeados para o prémio Polaris, a maior distinção discográfica atribuída no Canadá, onde está radicado. A vinda a Sines é feita em parceria com a “OUT.RA – Associação Cultural”.

O bretão Krismenn é um performer contemporâneo multifacetado que cruza o canto tradicional “ka han diskan” com o hip hop, a eletrónica e a música experimental. Apresenta-se nas funções de rapper, beatboxer, contrabaixista, intérprete de slide-guitar e DJ. É acompanhado pelo beatboxer Alem.

Arreola+Carballo é um projeto de rock experimental mexicano que divulga e valoriza a poesia índia. O conceito é de Alonso Arreola, músico experiente da vanguarda mexicana, que dirige a banda, toca baixo, sintetizadores e canta.

Uma nota final para sinalizar o cancelamento da digressão europeia do grupo colombiano Orange Hill, o que impede a realização do concerto no FMM Sines anteriormente anunciado. É substituído pelo grupo também colombiano Cimarrón, considerado há mais de 20 anos o melhor grupo de “llanera”, música dos guardadores de gado da região dos Llanos Orientales.

Outros grupos já confirmados

Além dos artistas descritos nesta nota, estão também já confirmados nesta edição do festival: Angélique Kidjo (Benim / EUA), Oliver Mtukudzi & The Black Wizards (Zimbabué), Fatoumata Diawara & Roberto Fonseca (Mali / Cuba), Mamar Kassey (Níger), Nástio Mosquito (Angola), Gisela João (Portugal), Júlio Pereira (Portugal), The Soaked Lamb (Portugal), Mó Kalamity & The Wizards (Cabo Verde / França), Kayhan Kalhor & Erdal Erzincan (Irão / Anatólia – Turquia), Mohammad Reza Mortazavi (Irão), Istiklal Trio (Israel), Jambinai (Coreia do Sul), Ajinai (China), Niladri Kumar (Índia), Mudiyett (Índia), Bachu Khan (Rajastão – Índia), Jaipur Maharaja Brass Band (Rajastão – Índia), Balkan Beat Box (Israel / EUA), ShazaLaKazoo (Sérvia), Jagwa Music (Tanzânia), Jungle By Night (Holanda), Meridian Brothers (Colômbia), Smadj “Fuck the DJ” (Tunísia / França / Marrocos / África do Sul) e Acid Arab (França).

Bilhetes

Os bilhetes para o FMM Sines – Festival Músicas do Mundo 2014 estão à venda na nossa BilheteiraOnline. Cada dia de concertos pagos (concertos noturnos no Castelo entre 22 e 26 de julho) custa € 10, sendo o custo do passe de € 40.

Além destes concertos pagos, o FMM Sines oferece, como sempre, logo a partir do primeiro dia do festival, 18 de julho, um extenso programa de concertos gratuitos em vários períodos e palcos do festival.

Fonte: Press Release FMM Sines


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Arreola+Carballo, Cimarrón, Colin Stetson, Debademba, Ibrahim Maalouf, Karolina Cicha, Krismenn, La Yegros, Mélissa Laveaux, Mulatu Astatke, Orange Hill, Soema Montenegro, Teta, Tigran


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *