6 Jul 2017 a 8 Jul 2017

Já há horários para o NOS Alive! E agora, para onde te viras? Estamos aqui para ajudar!

Já há horários para o NOS Alive! E agora, para onde te viras? Estamos aqui para ajudar!

Falta menos de uma semana para o arranque de mais uma edição do NOS Alive e, com tanta banda no cartaz, vai ser preciso planear bem o itinerário. Aqui ficam as nossas sugestões.

6 de Julho

Para começar, os You Can’t Win, Charlie Brown sobem ao palco NOS, às 18h. A banda lisboeta continua a promover o mais recente Marrow e regressa ao palco principal do festival depois de por lá ter passado em 2014.

Pela hora de jantar, e mesmo ali ao lado da zona de comes e bebes, os Blossoms apresentam o seu álbum homónimo de estreia no palco Heineken. O fenómeno do indie rock britânico chega directamente de Manchester para o NOS Alive, às 20h20.

Logo depois, sugerimos dois exímios escritores de canções. O americano Ryan Adams traz na bagagem o mais recente Prisioner e sobe ao palco Heineken às 22h. Já o portuense Miguel Araújo apresenta o seu novo e aclamado Giesta por duas vezes no palco EDP Fado Café, às 20h20 e às 21h40.

E se depois da calmaria dos cantautores tiveres vontade de abanar a anca, há rock dançável e animado no palco NOS, com os Phoenix. Se para além da anca quiseres abanar o resto do corpo ao som de ritmos mais fortes, dá um salto ao Coreto onde DJ Riot irá actuar.

Uma das bandas rock mais adoradas do momento, os Royal Blood vêm ao palco Heineken mostrar o seu novo disco How Did We Get So Dark?. A expectativa é alta e apostamos que o concerto do duo formado por Mike Kerr e Ben Thatcher será um dos mais celebrados de todo o festival.

Às 00h50 todos os caminhos vão dar ao palco NOS para ouvir um dos maiores fenómenos da pop mundial dos últimos anos. Abel Makkonen Tesfaye, perdão, The Weeknd vem pela primeira vez ao nosso país e trará certamente todos os êxitos consigo.

Para quem ainda tiver forças, os Glass Animals fecham o palco Heineken às 02h55.

7 de Julho

Quem chegar cedo ao Passeio Marítimo de Algés será recebido com uma panóplia de boa nova música portuguesa. Entre Killimanjaro (17h, Coreto), Calcutá (17h30, Coreto), LOT (17h50, Heineken) e Cave Story (18h10, Clubbing) não há como ficar mal.

Para aquecer logo ao início da noite, as Savages vão com certeza agitar os ânimos. Sobem ao palco Heineken às 18h45. Pouco depois, um Liam de Manchester vem cantar hinos do rock britânico dos anos 00. Não, não é Liam Gallagher, mas sim Liam Fray que sobe ao palco NOS com os seus Courteeners, às 19h10.

As Warpaint vão certamente pôr o público a dançar, no palco Heineken, às 20h10. Uma hora depois, no Coreto, aquela que será uma das mais belas combinações de vozes que alguma vez passou pelo NOS Alive terá oportunidade de provar que é muito mais do que isso: façam o favor de se encantar pelas Golden Slumbers.

Às 22h05 é hora de regressar ao palco principal deste certame à beira rio plantado para fazer a festa com os The Kills, que tratarão de aquecer bem as hostes. É que à meia noite em ponto, os Foo Fighters sobem a palco.

Os que de alguma forma sobreviverem com energia de sobra ao concerto dos cabeça-de-cartaz – que se adivinha longo – podem sempre ir gastá-la para o palco Heineken, ao som de Floating Points.

8 de Julho

Será possível uma tasca de fado vadio em pleno NOS Alive? Teremos oportunidade de descobrir, quando o elenco habitual da Tasca do Chico se apresentar, ao longo do dia, no EDP Fado Café (17h30, 19h, 20h20, 21h40).

Mais uma vez, a recepção aos festivaleiros é feita com muita música nacional. Há para todos os gostos: a electrónica de GPU Panic (18h, Clubbing), o funk e a soul dos The Black Mamba (18h, NOS), as doces canções do promissor Filipe Sambado (18h20, Coreto) e a delicada pop feita por um tipo do rock: Duquesa (19h45, Coreto).

Às 20h10 chegam os já experientes Spoon ao palco Heineken, com seu mais recente álbum Hot Thoughts. Para quem preferir a pop radiofónica ao rock, há Imagine Dragons no palco NOS às 20h30.

O concerto mais aguardado da noite será certamente o dos Depeche Mode. A banda de Dave Gahan sobe ao palco NOS às 22h15 e deverá passar por todos os êxitos bem como pelos temas novos de Spirit.

Há ainda tempo para os americanos Cage The Elephant. O grupo, que já tem uma longa história de amor com o público português, actua às 23h40 no palco Heineken. Para aqueles que preferem terminar a noite com um passinho de dança, recomendamos “10COTEXAS”, banda da editora Discotexas que celebra este ano 10 anos. Moullinex, Xinobi e Da Chick vão pôr o Clubbing ao rubro, a partir das 00h15.

Para além destes, muitos mais nomes vão actuar no NOS Alive deste ano. Poderás acompanhar o festival connosco, bem como ir planeando os teus dias de festival, aqui.

 

PS: Não te esqueças que podes marcar, no teu telemóvel, os concertos que não queres perder.

Teresa Colaço  

Tem pouco mais de metro e meio e especial queda para a nova música portuguesa. Não gosta de cogumelos.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Blossoms, Cage The Elephant, Calcutá, Cave Story, Courteeners, Da Chick, Depeche Mode, DJ Riot, Duquesa, Filipe Sambado, Floating Points, Foo Fighters, Glass Animals, Golden Slumbers, GPU Panic, Imagine Dragons, Killimanjaro, Miguel Araújo, Moullinex, Phoenix, Royal Blood, Ryan Adams, Savages, Spoon, The Black Mamba, The Discotexas Band, The Kills, The Weeknd, Warpaint, Xinobi, You Can't Win Charlie Brown


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *