A estreia absoluta do projeto de Olavo Bilac em nome próprio

A estreia absoluta do projeto de Olavo Bilac em nome próprio

Olavo Bilac prepara um novo capítulo na sua aplaudida carreira. Dono de uma das vozes mais queridas pelo grande público em Portugal, possui um currículo rico que além dos Santos & Pecadores se encontra ainda ligado a projectos como Resistência.

Com 2014 à porta, o cantor sente ser tempo de partir para outras paragens. «Músicas do meu mundo» foi apresentado, em estreia absoluta, a 27 de Fevereiro no B.Leza, em Lisboa. Para esse caminho já há ideias precisas e preciosas: um standard como «Trem das Onze», que toda a gente cantou, de Gal Costa aos Duo Ouro Negro, e que Olavo agora quere reclamar, bem como criações de gente tão estimadas quanto Paulo Flores, Waldemar Bastos, Zeca Afonso, Rui Veloso ou os Heróis do Mar, além de uma ou outra incursão pelo património tradicional de alguns cancioneiros, como o de Cabo Verde.

O álbum vai ter alguns desses clássicos lusófonos, mas também criações originais que são ser assinadas por ilustres compositores e letristas como Amélia Muge, Márcia, Valter Lobo ou Paulo Flores. O plano é poder misturar tudo, trazer alguma mestiçagem para a música, pegar num tema como “O meu primeiro beijo” de Rui Veloso e dar-lhe um tom de morna. Em palco, o samba e a bossa, a morna e o semba, o fado e a balada serão cruzados e reinventados por músicos experientes, com balanço e rigor. E por cima, uma voz rouca e singular, que o público aprendeu a aplaudir há muito, reconhecendo-lhe uma alma única e plena de força.

Este também é o mundo de Olavo Bilac: é por aí que ele nos guia, com canções, cores, aromas, muito Atlântico e paixão. Fica o encontro marcado.

Fonte: Press Release Urugu


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Olavo Bilac

  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.