19 Mai 2016 a 29 Mai 2016

Rock in Rio ‘n’ Roll – A reportagem no 1º dia do RiR

Rock in Rio 'n' Roll - A reportagem no 1º dia do RiR

Quinta-feira, 19 de Maio, marcou o início do festival Rock in Rio que conhece a sua sétima edição em Lisboa. A Bela Vista vestiu-se a rigor para receber a Cidade do Rock.

A zona da Bela Vista, em Lisboa, transformou-se num mar de gente que não quis deixar de marcar presença no primeiro dia do festival RiR Lisboa. São cinco os locais, na cidade do Rock, nos quais os festivaleiros podem curtir a música e tirar partido do cartaz escolhido para esta edição: palco Mundo, palco Vodafone, Electrónica, Rock Street e Street Dance.

Depois de abertas as portas, o palco Vodafone recebeu The Sunflowers, pelas 16h45. Os portugueses Keep Razors Sharp subiram ao palco Vodafone, pelas 18h. Esta banda reúne elementos de outras bandas como Sean Riley & The Slowriders, The Poppers, Capitão Fantasma e Riding Pânico. Em 2014 lançaram o seu álbum em nome próprio, tendo até agora constado dos cartazes de outros festivais.

20160519182236-03_keeprazorssharp-0010Ver as fotos dos Keep Razors Sharp no Rock in Rio 2016

Em todos os dias do evento, entre as 19h e as 20h, há Rock in Rio o Musical, no palco Mundo em jeito de celebração dos 30 anos de RiR no mundo. Ontem, à mesma hora, no palco EDP Rock Street, Serjão Loroza canta A Malandragem Carioca – num concerto que se repetirá amanhã. A programação deste palco é a mesma, em cada dia de cada semana do festival.

rockstreet-8Ver as fotos do Musical no Rock in Rio 2016

Com os dias mais compridos, temperatura agradável e o sol a marcar presença neste primeiro dia de RiR eram muitos os sorrisos de quem se cruzava no recinto do festival. Famílias inteiras, grupos de jovens, gente de todas as idades: afinal, é noite de Xutos & Pontapés e do Boss. Mas já lá vamos. Até que chegasse a hora dos mais esperados houve tempo para um pézinho de dança com a Blaya, na Afro Battle que teve lugar no palco Street Dance.

20160519200805-04_blayaafrobattle-0015Ver as fotos de Blaya + Afro Battle no Rock in Rio 2016

Black Lips tomaram conta do palco Vodafone, pelas 20h. Meia hora mais tarde, no palco Mundo, Stereophonics regressam a Portugal e trazem consigo o álbum de 2015, Keep the village alive. A banda constituída por Kelly Jones, Richard Jones e Stuart Cable abriu o concerto com C’est la vie.

blacklips-5Ver as fotos dos Black Lips no Rock in Rio 2016

RIR sem Xutos & Pontapés é como… RiR… bom, sem Ivete Sangalo. Ambos os artistas se revelam há muito como presença assídua no parque da Bela Vista. Tim, Zé Pedro, João Cabeleira, Kalú e Gui confirmaram, em Fevereiro deste ano, o concerto que começou com Enquanto a noite cai. Contentores, Não sou o único, Se me amas, Homem do leme e Chuva dissolvente foram outros dos clássicos com os quais o público celebrou a mítica banda portuguesa. Feitas as contas, já são 37 anos de música desde a sua estreia nos Alunos de Apolo. E quem não sabe a Casinha, de cor(ação) que atire a primeira pedra – ou um dos muitos brindes inócuos que são distribuídos pelo parque da Bela Vista fora.

20160519222125-05_xutos-0103Ver as fotos dos Xutos & Pontapés no Rock in Rio 2016

O RiR é um festival que não se limita a ser só um festival de música: é um espaço de experiências e de diversão. A roda gigante é uma das atracções que mais filas provoca: dali vemos toda a Cidade do Rock e temos ainda uma vista privilegiada para a cidade de Lisboa. Vale a pena embarcar na viagem durante o dia e, já agora, durante a noite. Outro dos momentos que é do agrado de muitos, é o fogo de artifício que preparou o ambiente para a subida ao palco do cabeça de cartaz. Não deixa de ser curioso ver alguns dos membros do público a passear, de um lado para o outro, com os pequenos sofás insufláveis. Isto é daquelas coisas que só mesmo no RiR!

35 anos depois do álbum The River, o Boss aka Bruce Springsteen subiu ao palco Mundo na companhia da E Street Band. Não é a sua primeira vez no RiR: marcou presença em 2012 e na última edição acabou por se juntar aos Rolling Stones para um dueto inesperado. De forma a ser integrado no calendário da digressão, este concerto foi antecipado (inicialmente o primeiro fim de semana do RiR aconteceria a 20 e 21 de Maio). E ainda bem que assim foi para as cerca de 67 000 pessoas que passaram pela Cidade do Rock, neste dia 19 de Maio.

Agência ZeroFoto da Agência Zero

Bruce Springsteen abriu as hostilidades rockeiras com Badlands com um “one, two, three, four” repetido várias vezes, durante a noite. Chegado o momento de cantar Hungry heart, Bruce dirigiu-se ao palco e passou-lhes a palavra. “Come on, sing it”. E o público cantou, sem hesitar. I’m on fire, The river, Lonesome day, The rising, Because the night – foram tantas as músicas que fizeram vibrar as milhares de pessoas que se aguentaram noite dentro junto ao palco Mundo. Perto das 2h da manhã, ouve-se Born in the USA, seguida de Born to run e, claro, Glory days. A gloriosa noite incluiu também Dancing in the dark. E ainda um Twist and shout, para abanar a anca e assim celebrar o grande concerto com o qual fomos presenteados. Foram vários os momentos em que o cantor e compositor comunicou com o público, provocando uma reacção super positiva por parte de todos os presentes.

O primeiro dia do RiR foi um misto de regresso ao passado e de piscar ao olho a bandas novas, que estão a construir o seu caminho no mundo da música. Aqueles que passaram pela Cidade do Rock certamente não se arrependeram: pelas experiências, um sem número de brindes e recuerdos, animações um pouco por todo o lado, música nova e outra que nem por isso. Velhos são os trapos, já diz o povo. E não há nada como passar um dia a festivalar para nos sentirmos vivos. Que o diga Adele Laurie Blue Adkins (Adele, para os amigos e fãs!) que não deixou passar a oportunidade de aplaudir o Boss e a Legendary E Street Band. “We love you” – foi assim que Bruce se despediu. E a verdade, querido Bruce, é que we love you too. 

Joana Rita  

Joana Rita é filósofa, criadora de conteúdos, formadora e investigadora. Ah! E uma besta muito sensível.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Black Lips, Blaya, Bruce Springsteen, Keep Razors Sharp, Stereophonics, The Sunflowers, Xutos & Pontapés


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *