21 Jul 2017 a 29 Jul 2017

Primeiras confirmações do Festival Músicas do Mundo de Sines 2017 são no feminino

Primeiras confirmações do Festival Músicas do Mundo de Sines 2017 são no feminino

As primeiras confirmações do programa do FMM Sines – Festival Músicas do Mundo 2017, que se realiza de 21 a 29 de julho em Sines e Porto Covo, são dez cantoras, instrumentistas e compositoras: Cristina Branco (Portugal), Fatoumata Diawara & Hindi Zahra (Mali / Marrocos), Gaye Su Akyol (Turquia), Leyla McCalla (EUA / Haiti), Lura (Cabo Verde), Mercedes Peón (Galiza – Espanha), Oumou Sangaré (Mali), Savina Yannatou & Primavera en Salonico (Grécia) e Tulipa Ruiz (Brasil).

Cristina Branco é uma das grandes vozes e uma das mais finas sensibilidades da música portuguesa. O património do fado é, para ela, um porto, mas sempre no pressuposto de que dele pode viajar com músicos e para músicas de outros universos estéticos. A qualidade poética dos textos que canta está no topo das suas preocupações. Traz a Sines o seu disco de originais mais recente, “Menina” (2016).

Fatoumata Diawara & Hindi Zahra é um encontro da nova geração da diáspora africana em Paris. Fatoumata nasceu na Costa do Marfim, de pais malianos. Hindi é marroquina de origens berberes e tuaregues. Ambas cantoras e atrizes, conheceram-se no Olympic Café, situado na Goutte d’Or, um dos bairros mais africanos da capital francesa. Nesta digressão cantam canções uma da outra e não só.

Gaye Su Akyol é uma pintora tornada cantora-compositora que revela a energia da cena “underground” da Istambul mais cosmopolita. O seu disco “Hologram Imparatorlugu” (‘império holograma), editado em novembro de 2016, é classificado como art rock. Um art rock turco, com melodias da Anatólia, influências gregas e inspirações do rock psicadélico e do surf rock.

Leyla McCalla é uma cantora, compositora e violoncelista norte-americana filha de imigrantes do Haiti. Cresceu em Nova Iorque, onde estudou música clássica, mas foi em Nova Orleães que desabrochou como artista. Na capital do Luisiana encontrou ecos das suas raízes haitianas e a matéria que faltava para a síntese que hoje a identifica, uma mistura crioula de folk, blues e jazz.

Lura é uma das vozes mais marcantes da música cabo-verdiana. O seu timbre profundo vai ouvir-se pela primeira vez no FMM Sines sobre um repertório baseado no álbum “Herança”, de 2015. Ao ritmo do batuco e do funaná, Lura canta a essência mestiça do povo cabo-verdiano e o seu dilema primordial: “querer ficar mas ter de partir, querer partir mas ter de ficar”.

Mercedes Peón é uma das artistas mais inovadoras da folk galega e europeia. Compositora, vocalista, produtora e multi-instrumentista, trabalha a música tradicional com todas as ferramentas tecnológicas que o presente proporciona. Do cancioneiro da Costa da Morte aos recursos da eletrónica, tudo cabe nas suas experimentações. Vai lançar em 2017 o seu quinto álbum.

Oumou Sangaré é uma das maiores vozes da música africana. Uma das maiores vozes, considerando estritamente o seu valor estético, mas uma das maiores vozes também pela estatura ética do seu percurso na defesa dos direitos e da dignidade das mulheres. Este regresso a Sines coincide com um acontecimento: em 2017, lança “Mogoya”, o seu primeiro álbum de originais em oito anos.

Savina Yannatou é a cantora que hoje melhor representa o Mediterrâneo como grande território cultural. Acompanhada pelo grupo Primavera en Salonico, traz ao festival o repertório do disco “Music of Thessaloniki” (2015), uma evocação de Tessalónica, a “Jerusalém dos Balcãs”, ponto de encontro de gregos, judeus, turcos, búlgaros, eslavos e arménios. A todos, Savina dá voz.

Tulipa Ruiz é uma das cantoras mais premiadas da nova geração da música brasileira. O seu terceiro álbum, “Dancê”, ponto de partida para o concerto no FMM Sines, é descrito pela artista como “um álbum para ouvir com o corpo”. Venceu o Grammy Latino para melhor álbum pop de 2015 e foi considerado pela Apple Music melhor álbum pop-rock em português desse mesmo ano.

 

Fonte: Press Release


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Cristina Branco, Fatoumata Diawara, Gaye Su Akyol, Hindi Zahra, Leyla McCalla, Lura, Mercedes Péon, Oumou Sangaré, Primavera en Salonico, Savina Yannatou, Tulipa Ruiz


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.