Os vencedores dos Grammys 2016

Os vencedores dos Grammys 2016

A cerimónia dos Grammy 2016 aconteceu ontem em Los Angeles, no Staples Center. A National Academy of Recording Arts and Sciences dos Estados Unidos atribuíu pela 58ª vez os mais prestigiados prémios da música.

Aqui fica a lista completa de premiados nos Grammys 2016.

Os principais prémios:

Álbum do ano –  “1989”: Taylor Swift

Canção do ano – “Thinking Out Loud”: Ed Sheeran

Gravação do ano – “Uptown Funk”: Mark Ronson feat. Bruno Mars

Artista Revelação – Meghan Trainor

Melhor Videoclip – “Bad Blood”: Taylor Swift feat. Kendrick Lamar

Melhores álbuns:

Melhor Álbum de Pop – “1989”: Taylor Swift

Melhor Álbum de Pop tradicional – “The Silver Lining: The Songs Of Jerome Kern”: Tony Bennett e Bill Charlap

Melhor Álbum de Música de Dança / Electrónica – “Skrillex And Diplo Present Jack Ü”: Skrillex e Diplo

Melhor Álbum Contemporâneo Instrumental – “Sylva”: Snarky Puppy e Metropole Orkest

Melhor Álbum de Rock – “Drones”: Muse

Melhor Álbum de Música Alternativa – “Sound & Color”: Alabama Shakes

Melhor Álbum Contemporâneo Urbano – “Beauty Behind the Madness”: The Weeknd

Melhor Álbum R&B – “Black Messiah”: D’Angelo And The Vanguard

Melhor Álbum de Rap – “To Pimp A Butterfly”: Kendrick Lamar

Melhor Álbum Country – “Traveller”: Chris Stapleton

Melhor Álbum Jazz – “For One To Love”: Cécile McLorin Salvant

Melhor Álbum New Age – “Grace”: Paul Avgerinos

Melhor Álbum Jazz Instrumental – “Past Present”: John Scofield

Melhor Álbum Jazz Ensemble – “The Thompson Fields”: Maria Schneider Orchestra

Melhor Álbum Jazz Latino – “Made In Brazil”: Eliane Elias

Melhor Álbum Gospel – “Covered: Alive In Asia [Live]”: Israel & NewBreed

Melhor Álbum Música Cristã Contemporânea – “This Is Not A Test”: Tobymac

Melhor Álbum Gospel Roots – “Still Rockin’ My Soul”: The Fairfield Four

Melhor Álbum Pop Latino – “A Quien Quiera Escuchar”: Ricky Martin

Melhor Álbum Rock, Urbano ou Contemporâneo Latino – “Hasta La Raíz”: Natalia Lafourcade e “Dale”: Pitbull

Melhor Álbum Regional Mexicano – “Realidades”: Los Tigres Del Norte

Melhor Álbum Latino Tropical – “Son De Panamá”: Rubén Blades com Roberto Delgado e Orchestra

Melhor Álbum “Americana” – “Something More Than Free”: Jason Isbell

Melhor Álbum Bluegrass – “The Muscle Shoals Recordings”: The Steeldrivers

Melhor Álbum Blues – “Born To Play Guitar”: Buddy Guy

Melhor Álbum Folk – “Béla Fleck And Abigail Washburn”: Béla Fleck e Abigail Washburn

Melhor Álbum Regional Roots – “Go Go Juice”: Jon Cleary

Melhor Álbum Reggae – “Strictly Roots”: Morgan Heritage

Melhor Álbum World Music – “Sings”: Angélique Kidjo

Melhor Álbum Infantil – “Home”: Tim Kubart

Melhor Álbum “Spoken word” – “A Full Life: Reflections at Ninety”: Jimmy Carter

Melhor Álbum Comédia – “Live At Madison Square Garden”: Louis C.K.

Melhor Álbum Música Teatral – “Hamilton”: Vários artistas

Melhor Álbum Histórico – “The Basement Tapes Complete: The Bootleg Series Vol. 11”: Bob Dylan And The Band

Melhor Álbum Surround – “Amused To Death”: Roger Waters

Melhor Álbum Clássico a Solo – “Joyce & Tony – Live From Wigmore Hall”: Joyce DiDonato

Melhores músicas:

Melhor Música de Dança – “Where Are Ü Now”: Skrillex e Diplo com Justin Bieber

Melhor Música Rock – “Don’t Wanna Fight”: Alabama Shakes

Melhor Música R&B – “Really Love”: D’Angelo And The Vanguard

Melhor Música Rap – “Alright”: Kendrick Lamar

Melhor Música Country – “Girl Crush”: Little Big Town

Melhor Música Roots Americana – “24 Frames”: Jason Isbell

Melhores performances:

Melhor Performance Pop a Solo – “Thinking Out Loud”: Ed Sheeran

Melhor Performance Pop de Duo ou Grupo – “Uptown Funk”: Mark Ronson feat. Bruno Mars

Melhor Performance Rock – “Don’t Wanna Fight”: Alabama Shakes

Melhor Performance Metal – “Cirice”: Ghost

Melhor Performance de R&B Tradicional – “Little Ghetto Boy”: Lalah Hathaway

Melhor Performance Country a Solo – “Traveller”: Chris Stapleton

Melhor Performance Country de Duo ou Grupo – “Girl Crush”: Little Big Town

Melhor Música / Performance Gospel – “Wanna Be Happy?”: Kirk Franklin

Melhor Música / Performance Música Cristã Contemporânea – “Holy Spirit”: Francesca Battistelli

Melhor Performance Roots Americana – “See That My Grave Is Kept Clean”: Mavis Staples

Melhor Performance de Orquestra – “Shostakovich: Under Stalin’s Shadow – Symphony No. 10”: Boston Symphony Orchestra

Melhor Performance Coral – “Rachmaninoff: All-Night Vigil”: Vários artistas

Melhor Performance Música de Câmera – “Filament”: Eighth Blackbird

Outros prémios:

Melhor Colaboração Rap – “These Walls”: Kendrick Lamar feat. Bilal, Anna Wise e Thundercat

Melhor Improvisação Jazz a Solo – “Cherokee”: Christian McBride

Melhor Banda Sonora (Compilação) – “Glen Campbell: I’ll Be Me”: Vários artistas

Melhor Banda Sonora (Composição) – “Birdman”: Antonio Sanchez

Melhor Música para Banda Sonora – “Glory” (Selma): Lonnie Lynn, Che Smith e John Stephens

Melhor Composição Instrumental – “The Afro Latin Jazz Suite”: Arturo O’Farrill

Melhor Arranjo, Instrumental ou A Cappella – “Dance Of The Sugar Plum Fairy”: Pentatonix

Melhor Arranjo, Instrumentos e Vocais – “Sue (Or In A Season Of Crime)”: David Bowie

Melhor Pacote de Gravação – “Still The King: Celebrating The Music Of Bob Wills And His Texas Playboys”: Vários artistas

Melhor Caixa ou Edição Especial – “The Rise & Fall Of Paramount Records, Volume Two (1928-32)”: Vários artistas

Melhores Notas de Álbum – “Love Has Many Faces: A Quartet, A Ballet, Waiting To Be Danced”: Joni Mitchell

Melhores Engenharia de Som (Álbum não clássico) – “Sound & Color”: Alabama Shakes

Produtor do Ano (Não clássico) – Jeff Bhasker

Melhor Gravação Remisturada (Não clássica) – “Uptown Funk”: Mark Ronson feat. Bruno Mars

Melhores Engenharia de Som (Álbum clássico) – “Ask Your Mama”: George Manahan & San Francisco Ballet Orchestra

Produtor do Ano (Clássico) – Judith Sherman

Melhor Gravação de Ópera – “Ravel: L’Enfant Et Les Sortilèges; Shéhérazade”: Vários artistas

Melhor Solo Clássico Instrumental – “Dutilleux: Violin Concerto, L’Arbre Des Songes”: Seattle Symphony

Melhor Compêndio Clássico – “Paulus: Three Places Of Enlightenment; Veil Of Tears & Grand Concerto”

Melhor Composição Clássica Contemporânea – “Paulus: Prayers & Remembrances”

Melhor Filme Musical – “Amy”: Amy Winehouse


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Alabama Shakes, Amy Winehouse, Angélique Kidjo, Bruno Mars, David Bowie, Diplo, Ed Sheeran, Joni Mitchell, Justin Bieber, Kendrick Lamar, Mark Ronson, Meghan Trainor, Morgan Heritage, Muse, Pentatonix, Ricky Martin, Roger Waters, Skrillex, Taylor Swift

  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.