Equaleft – We Defy

Fica desde já o aviso: We Defy dos Equaleft é um disco do camandro! É um autêntico calhau no marasmo que, por vezes, se torna a cena “underground” portuguesa! Este é, para já, um dos lançamentos do ano (e ainda só estamos em Fevereiro!).

Equaleft - We Defy

We Defy

Raging Planet / Raising Legends, 2019

Em We Defy os portuenses apresentam um trabalho solidamente construído. Com a entrada de André Matos para os Equaleft a banda ganhou uma maior diversidade musical e tem, por estes dias, uma das melhores secções rítmicas deste cantinho à beira-mar plantado, onde também Marco Duarte assume um papel preponderante.

Depois do sucesso de Adapt & Survive (2014) este We Defy é (mais) uma prova do talento desta banda que vai buscar as suas influências a The Dillinger Escape Plan, Meshuggah mas onde há espaço para muitos metais diferentes.

Miguel Inglês tem aqui um dos seus melhores desempenhos e é isso que se percebe em faixas como Before Sunrise, desde logo a abrir, mas principalmente em Mindset (um dos temas mais intensos), Endless (no extremo oposto) ou Strive (simplesmente electrizante a “catchy”).

Se ainda existirem dúvidas do que são os Equaleft são hoje, basta escutar o single Overcoming para se perceber o que é a banda em 2019. Destaque, ainda, para a recuperação de Uncover The Masks, do EP de 2010, e que conta com a participação de José Pedro Gonçalinho sum saxofone esquizofrénico.

Sendo este um disco do camandro resta-nos a audição atenta e em doses generosas de uma das melhores bandas nacionais da actualidade.

Nuno Lopes  

Melómano convicto, dedicado ás sonoridades mais pesadas. Fotógrafo, redactor, criativo. Acredita que a palavra é uma arma. Apesar de tudo, até é boa pessoa.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Equaleft

  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *