17 Ago 2016 a 20 Ago 2016

Entre estreantes e repetentes – o terceiro dia do Vodafone Paredes de Coura

Entre estreantes e repetentes - o terceiro dia do Vodafone Paredes de Coura

E ao terceiro dia de Festival, Paredes de Coura amanheceu com chuva e nevoeiro. “Paredes de Coura a ser Paredes de Coura”, dizem alguns. E a pergunta que se impõe é: onde é que a malta do campismo vai buscar energia para andar por aqui, há mais de uma semana?

Os portugueses First Breath After Coma abriram o palco Vodafone.FM com um concerto que encheu as medidas daqueles que se passeavam pelo recinto. Meia hora depois, pelas 18h30, o cantor e compositor Kevin Morby abriu as hostes do palco Vodafone. Singin Saw foi o álbum que compôs à conta de um piano que alguém deixou na casa para onde Kevin se mudou, em 2013. O texano regressa a Portugal em Novembro, ao Auditório de Espinho.

Sean Riley & The Slowriders subiram ao palco Vodafone.FM e traziam consigo um convidado especial, Paulo Furtado – aka The Legendary Tigerman. Paulo acompanhou a banda em duas músicas, Got To Go e This Woman,  perante um público verdadeiramente interessado naquilo que estava a acontecer neste recinto apelidado de secundário.

Horas depois do concerto no quintal da D. Laurinda, os Crocodiles apresentaram-se no palco Vodafone, para um concerto em que a banda não escondeu a felicidade de estar em Paredes de Coura. Compreendemos  o encantamento de Brandon Welchez (vocalista e guitarrista), Charles Rowell (guitarrista), Marco Gonzalez (baixo) e Robin Eisenberg (teclas) pelo cenário onde tudo se desenrola. Depois de um concerto tão intimista foi muito bom ver o outro lado da banda, o mais conhecido certamente, no palco principal.

Psychic Ills chegam-nos de Nova Iorque e trazem consigo Inner Journey Out, editado no presente ano. Tres Warren e Elizabeth Hart conheceram-se no Texas e foi na sequência desse encontro que a banda surgiu. A sua discografia já conta com cinco álbuns editados. A sua primeira passagem pelo nosso país aconteceu em 2007.

20160819204412-psychicills-0071 Vê aqui todas as fotos dos Psychic Ills no Vodafone Paredes de Coura

Os senhores King Gizzard & The Lizard Wizard fizeram a sua estreia há cerca de dois anos, em Lisboa. fizeram-se ouvir alto e fortíssimo por todo o recinto. Era altura de dar lugar aos australianos que são conhecidos pelos seus concertos cheios de energia. Convenhamos que era isto que estava mesmo a fazer falta nesta noite fresca, aqui em Coura. A sua prestação em palco foi electrizante e a banda sonora ideal para muito mosh e crowd surf. Foi a loucura, ali mesmo junto ao fosso, de tal forma que foi necessário reforçar a equipa de pacientes e fortes seguranças naquela zona. A banda constituída por Stu Mackenzie, Joe Walker, Eric Moore, Ambrose Kenny-Smith, Lucas Skinner, Cook Craig e Michael Cavanagh encontra-se em digressão europeia. De Coura parte para a Bélgica e Países Baixos, tenho muitas datas anunciadas para o Reino Unido.

20160819213250-kinggizzardtlizardwizard-0099 Vê aqui todas as fotos dos King Gizzard & The Lizard Wizard no Vodafone Paredes de Coura

Esta é a noite dos repetentes: há três anos os The Vaccines também andaram por Paredes de Coura. Nesta 24ª edição, o seu concerto começou com o tema oficial da série mundialmente conhecida, Game of Thrones. Justin Young, Pete Robertson, Árni Árnason e Freddie Cowan foram brindados com vários e consecutivos momentos de crowd surf – sim, parece que a moda está a pegar e que o acto em si já não depende da banda ou da aceleração da música. E parece que a partir de hoje vamos ficar mais atentos aos concertos onde tal não acontece.

20160819232447-thevaccines-0057 Vê aqui todas as fotos dos The Vaccines no Vodafone Paredes de Coura

O bom filho à casa torna – assim aconteceu com a banda Cage the Elephant, que esteve em Paredes de Coura há dois anos. O recinto estava cheio e a energia que se fazia sentir junto ao palco Vodafone fazia-nos previr um grande concerto. Cry baby foi o tema escolhido para o pontapé de saída. O vocalista Matt Shultz foi verdadeiramente incansável e contagiante, cantando e correndo de uma ponta à outra do palco. Em Coura ecoaram os temas bem conhecidos do público como Too late to say goodbye e Cigarette Daydreams. Esta teve uma recepção única por parte dos festivaleiros, que cantaram a letra em uníssono. Podemos dizer que o palco principal fechou com chave de ouro.

20160820010032-cagetheelephant-0179 Vê aqui todas as fotos dos Cage the Elephant no Vodafone Paredes de Coura

Para os mais resistentes – e também para aqueles que conhecem o segredo para ter energia, dia após dia, neste Festival – houve ainda Moullinex  DJ Set dos The Vaccines, no palco After Hours.

O Vodafone Paredes de Coura está pensado para 23 000 pessoas: nem mais, nem menos. E é fácil compreender o motivo, atendendo ao local onde o concerto acontece e a logística à sua volta – campismo e tudo o que isso implica. Mantém-se o ambiente familiar e o respeito pelo cenário mítico onde tudo acontece. é um festival onde as primeiras vezes acontecem: o primeiro mergulho no rio Taboão, a primeira aventura em campismo com os amigos, os primeiros copos que se bebem a mais e por aí fora. Para a equipa musicfest.pt [Joana e Marco] esta também é a nossa primeira vez neste Festival e estamos igualmente rendidos ao espaço, ao verde, ao rio e até ao frio – contra o qual nos protegemos devidamente.

20160819233905-thevaccines-0134

O sábado, dia 20, acolhe o último dia do Festival e também da nossa aventura por terras de Coura. O cartaz inclui a banda de Glasgow, os Chvrches, os americanos Portugal. The Man, bem como The Tallest Man on Earth, Cigarettes After Sex e Filho da Mãe & Ricardo Martins. Temos encontrado marcado, ali para os lados do rio Taboão.

Joana Rita  

Joana Rita é filósofa, criadora de conteúdos, formadora e investigadora. Ah! E uma besta muito sensível.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Cage The Elephant, Crocodiles, First Breath After Coma, King Gizzard & The Lizard Wizard, Psychic Ills, Sean Riley & The Slowriders, The Legendary Tigerman, The Vaccines


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *