13 Ago 2015 a 16 Ago 2015

Bons Sons – Vamos Viver a Aldeia

Bons Sons - Vamos Viver a Aldeia

Na passada terça-feira, dia 19, fomos até Cem Soldos, Tomar, conhecer todas as novidades de mais uma edição do festival BONS SONS. Depois de uma receção maravilhosa, na qual pudemos conhecer a Aldeia, a Oficina de produção de Tixas, ouvir as crianças do Projeto Cantixas e ainda os músicos Benjamin e Tó Trips, contamos-te agora tudo para que possas viver uma das melhores experiências da tua vida.

Bons Sons, Cem Soldos

O BONS SONS é o festival de música portuguesa que decorre entre os dias 13 e 16 de Agosto, na aldeia de Cem Soldos, Tomar. Mais do que um festival de música portuguesa, o BONS SONS é uma experiência única. A Aldeia de Cem Soldos é fechada e o seu perímetro delimita o recinto que acolhe 8 palcos, cada um dedicado a uma linha programática, perfeitamente integrados nas suas ruas, praças, largos e igreja. Além desta característica, o BONS SONS promove uma relação de proximidade com o seu público, envolvendo a população na realização do Festival. São o próprios habitantes que acolhem e servem os visitantes, numa partilha especial entre quem recebe e quem visita, proporcionando uma experiência única de um evento musical. O Festival surgiu em 2006 e por ele passaram mais de 180.000 visitantes, mas é tempo de mudar. Depois de um primeiro ciclo de 5 edições bienais, o BONS SONS ganha novo ritmo e passa a ter uma frequência anual. A crescente qualidade e reconhecimento da produção musical nacional, a boa recetividade do público, músicos e de críticos e a vontade da região em acolher este projeto embaixador asseguram e encorajam a este segundo ciclo, no qual o BONS SONS pretende alcançar a dimensão internacional.

Viver a Aldeia

Como acima referido, durante quatro dias, o BONS SONS toma conta de Cem Soldos, com sons refrescantes, palcos de música, feira de artesãos, exposições de arte e inúmeras atividades que animam as suas ruas, praças e largos. A Aldeia é cercada para receber o Festival, com o seu perímetro a definir os limites do recinto. À chegada a uma das quatro entradas, o visitante coloca uma pulseira que lhe dá acesso à Aldeia e aos locais de espetáculo, começando aqui a experiência do BONS SONS. São 8 os palcos dedicados a programas distintos, perfeitamente integrados nos espaços de Cem Soldos. As atividades paralelas à programação musical decorrem também pela malha urbana da Aldeia, o que incentiva os visitantes à exploração. Com todos os serviços necessários à sua disposição, o visitante não precisa de sair do recinto, onde é convidado a viver a Aldeia, a conhecer os seus habitantes e a partilhar os seus lugares e tradições, enquanto usufrui do programa.

Producao_de_Tixas

O Festival de Música Portuguesa

Pelo crescente número de bandas programadas desde 2006, o BONS SONS tem provado que a música portuguesa tem pujança, qualidade e quantidade para ter um festival onde é protagonista sem ser relegada para palcos secundários. O BONS SONS oferece um cartaz de música portuguesa atual, amplo e eclético, do fado ao indierock, do rural ao urbano, do local ao global, das influências tradicionais às contemporâneas. Cruzam-se em Cem Soldos projetos emergentes com músicos consagrados, todos no ativo e com produção editada. No Festival pode esperar-se sonoridade variada, música produzida em Portugal e aberta ao mundo, cantada em português ou noutras línguas. Cada edição retrata aquele momento concreto da música portuguesa e, a comprovar a sua amplitude em vigor, em 5 edições nunca foram repetidos projetos no seu alinhamento.

ToTrips

Palcos

  1. Situado entre as árvores do Largo do Rossio, o Palco Lopes-Graça é dedicado à música de raiz tradicional e da música do mundo.
  2. No encerramento de cada uma das noites do Festival, o Palco Aguardela apresenta DJs e Live Acts onde a eletrónica se funde com outras influências.
  3. O Palco Giacometti situa-se no Largo de S. Pedro e é o espaço privilegiado para projetos que beneficiam de uma relação de intimidade e diálogo próximo com o público.
  4. A programação do Palco MPAGDP, na intimidade da Igreja S. Sebastião, fica a cargo da Música Portuguesa A Gostar Dela Própria prometendo cumprir a sua visão – trazer a música a um público mais vasto e ver o mundo como um palco.
  5. O antigo Palco Tarde ao Sol passa a ser Palco OuTonalidades, prometendo uma programação com novos olhares sobre música tradicional, rural e urbana.
  6. Aqui as músicas são de todos e a Garagem é de quem a apanhar. O BONS SONS não é só para projetos editados, e mediante inscrição diária qualquer pessoa ou grupo pode mostrar o seu talento musical.
  7. O Auditório recebe a música de perfil erudito e os projetos de fusão da música com outras linguagens artísticas e manifestações sonoras de vanguarda.
  8. É no Palco Eira que cabem os projetos nacionais mais frescos que não escapam às influências contemporâneas de uma aldeia global. Daqui parte a força e a qualidade da nova música portuguesa com apelo à eterna juventude.

Bilhetes

  • Passe 4 dias (incluído acesso ao parque de campismo)
  • Março/Abril: 25 euros
  • Maio/ Junho: 30 euros
  • Julho/Agosto: 35 euros
  • Bilhete Diário
  • Julho/Agosto: 15 euros

Mais informações: http://www.bonssons.com

Mafalda Saraiva  

Eu sei lá resumir-me numa frase. Mas escrevo muitas no meu blog.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *