17 Out 2013 a 26 Out 2013

14º Seixal Jazz: a reportagem

14º Seixal Jazz: a reportagem

O Seixal Jazz, um dos mais emblemáticos festivais de jazz do país, teve este ano a sua 14ª edição, entre 17 e 26 de Outubro.

Abriu a 17 de outubro, com o documentário «A Tensão Jazz», de Paulo Seabra e Rui Neves (acompanhado pelo pianista argentino Pablo Lapidusas). Setenta minutos com as participações de António Pinho Vargas, Artur Agostinho, Bernardo Sassetti, José Duarte, Júlio Resende, Carlos Barretto, Laurent Filipe, Pedro Costa, Maria João, Mário Laginha e Rão Kiao.

Este ano, a programação musical contou com Tim Berne Snakeoil (23 de Outubro), The Mingus Project (24 de Outubro), Joachim Kühn (25 de Outubro) e Donny McCaslin Quartet (25 de Outubro).

O enérgico saxofonista Tim Berne apresentou o projecto Snakeoil, editado pela etiqueta alemã ECM, com Oscar Noriega no clarinete, Matt Mitchell no piano e Ches Smith na bateria.

O contrabaixista Nelson Cascais apresentou o seu projecto-homenagem a Charles Mingus, “The Mingus Project”, organizado em torno de standards do repertório do lendário contrabaixista.

O pianista Joachim Kühn apresentou-se em formato trio, com Daniel Humair na bateria e Jean-Paul Celea no contrabaixo. Por último, a encerrar o festival, Donny McCaslin Quartet apresentou “Casting for Gravity, o seu mais recente trabalho.

O quarteto Donny McCaslin apresentou uma formação diferente da utilizada na gravação de “Casting for Gravity”. Apesar de manter Jason Linder nas teclas e sintetizadores, Rich Brown assumiu o papel de Tim Lefebvre no baixo e Jordan Perlson substituiu Mark Guiliana na bateria.

  • Donny McCaslin, saxofone.
  • Jason Linder, piano, teclados electrónicos e sintetizadores.
  • Rich Brown, baixo elétrico.
  • Jordan Perlson, bateria.

“Casting for Gravity”, um pouco mais eléctrico e menos orgânico que os seus álbuns anteriores, parte da herança bop e pós-bop, mas procura as novas tendências do jazz norte-americano. Tratou-se de um concerto com momentos muito intensos e texturas sonoras muito elaboradas.

Destaque, ainda, para a grande generosidade do músico para com o público, esforçando-se muito para enquadrar e apresentar cada tema. Donny McCaslin – que tem trabalhado com nomes maiores do jazz americano como Dave Douglas, David Binney e Pat Metheny – confirmou ser um dos nomes mais fortes da actual e cena americana. E um óptimo fecho para o festival.

Veja aqui as fotos do concerto de encerramento com Donny McCaslin Quartet.

João Nogueira  

1980, Lisboeta, Etnógrafo visual.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Donny McCaslin, Joachim Kühn, The Mingus Project, Tim Berne Snakeoil


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *