16 Jul 2014 a 19 Jul 2014

Novas confirmações SBSR: Panda Bear, Erlend Øye, SKATERS, Vintage Trouble

Novas confirmações SBSR: Panda Bear, Erlend Øye, SKATERS, Vintage Trouble

Quatro novos nomes se confirmam para um cartaz em que a melhor Música é soberana. Panda Bear, o projecto a solo de Noah Lennox vai passar pelo Meco no dia 17 para inebriar todos aqueles que recebem de forma bem-vinda os sons que misturam a electrónica, harmonias world e, aqui e ali, o rock psicadélico e reverberado, quando chega subtilmente em riffs precisos. É um dos membros criadores dos Animal Collective e reconhecido pelos pares e público como um artista genial e inventivo. Nasceu no estado do Maryland, mas é na capital portuguesa que reside há uns anos. Com 4 álbuns no repertório, prepara um novo disco que, com grande probabilidade, passará num sublinhado forte pelo palco do 20º Super Bock Super Rock.

Outro dos convidados para o Meco, também no primeiro dia do festival, é Erlend Øye. Dele, podemos esperar a boa disposição do costume e o incrível repertório de canções pop que construiu. Com carreira feita como uma das metades dos Kings Of Convenience, conquistou com as suas canções gordas de melodia, com guitarras cristalinas e notas sensíveis mas, muitas vezes, luminosas. É um dos músicos mais queridos pelo público português e dele pode esperar-se sempre o melhor.

Também do lado de lá do Atlântico, pela primeira vez no nosso país, os quatro magos do rock mais tradicional e energético que possam imaginar: Vintage Trouble. Banda constituída por Ty Taylor, Nalle Colt, Rick Barrio e Richard Danielson, estrearam-se em 2011 com o magnífico “The Bomb Shelter Sessions”, obra maior de canções que nos remetem para o melhor de nomes como Rolling Stones, Ike and Tina Turner, Jimi Hendrix, entre outros. Ao vivo são explosivos e não deixam os blues misturados com o rock por mãos alheias. Como provarão a 17 de julho, no Meco.

De Nova Iorque, também eles em estreia, uma das surpresas de 2014. Têm apenas dois anos de história mas os SKATERS correm o risco de, com as suas canções simples, conquistar os melhores adjectivos. Acabam de editar o álbum de estreia “Manhattan” e terão uma das suas provas de fogo no último dia do Super Bock Super Rock de 2014.

Panda Bear

Noah Benjamin Lennox é Panda Bear. Membro fundador dos extraordinários Animal Collective, tem há muito uma carreira sólida a solo, feita de criações sonoras difíceis de catalogar. Norte-americano de Baltimore, vive em Portugal e por aqui – e daqui -, vai lançando, nos últimos anos, as suas pérolas discográficas, resolvidas de sons experimentais, beats africanos, electrónica farta e inundada de reverb. Numa suma simplista, o som de Panda Bear é hipnótico e incomparável. Com 4 Lps editados, “Panda Bear” (1998), “Young Prayer” (2004), “Person Pitch“ (2007) e “Tomboy” (2011), prepara, neste momento, o novo “Panda Bear Meets the Grim Reaper”, registo que, com toda a certeza, vai ser alvo de destaque no Super Bock Super Rock de 2014.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=MrLqKc3dU5c]

Erland Øye

Erlend Øye é um nome por muitos reconhecido e apreciado. Mestre de uma pop feliz como uma das metades dos Kings Of Convenience, aventurou-se também na electrónica mais dançável dominando pratos em cabinas de djing e em projectos como The Whitest Boy Alive. Quase nómada, tem palmilhado e viajado pelo mapa todo, ávido dos sítios das pessoas e das pessoas dos sítios – tudo longe da cidade de Bergen, onde nasceu. De Londres a Berlim, de Manchester a Siracusa. Viveu durante um ano na bella Itália, banhando-se de sol e de toda a felicidade possível. “La Prima Estate” foi uma das canções mais animadas do ano de 2013. Para ouvir, quem sabe dançar, mas com certeza sorrir, Erlend Øye no Super Bock Super Rock.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=diA6VCInN44]

SKATERS

Tudo pode começar por uma circunstância fortuita, nada programada, lúdica e sem estratégia. Os SKATERS surgiram assim. Há dois anos, numa festa, em Nova Iorque, Michael Ian Cummings conheceu o guitarrista inglês Josh Hubbard. Umas semanas mais tarde, Hubbard, quis materializar a ideia formada e por isso, junto com Cummings, convidaram o baterista Noah Rubin e o baixista Dan Burke para 3 concertos. Certo é que poucos meses depois assinaram um contrato com a editora Warner Bros. Records. Com o disco de estreia, “Manhattan“, lançado em Fevereiro os 4 rapazes surpreendem e de que maneira. Canções directas, in your face, banhadas de rock ‘n’ roll com um cheirinho a garage e cozinhada com temperos melódicos. SKATERS, no Super Bock Super Rock.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=yJ3dZA91af8]

Vintage Trouble

Imaginem um regresso aos anos 60/70, colorido, mas na bagagem, um perfume moderno, para se misturar com o passado. É esta a oferta dos Vintage Trouble. Quarteto californiano, explora os vibrantes sons do rock e dos blues, serpenteando por memórias sonoras de nomes como Otis Redding, Ike and Tina Turner, Jimi Hendrix, Led Zepellin, entre outros. O som retro dos Vintage Trouble é ocupado pelos melhores e mais vibrantes riffs de guitarra, e ao vivo são imparáveis. Têm na carteira o disco “The Bomb Shelter Sessions”, um disco de puro, duro e brilhante rock ‘n’ roll.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=HkAQdUbycc4]

Fonte: Press Release Música no Coração


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Erlend Øye, Panda Bear, SKATERS, Vitange Trouble


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *