13 Ago 2015 a 16 Ago 2015

Nações Sonoras Unidas do Sol da Caparica – Novas confirmações

Há algo que une a Soul dos HMB, a ginga de Vitorino, a alma rock de Tim, o ritmo imparável de Batida e a reverência à tradição de Cabo Verde de Dino d’Santiago: uma identidade que é lusófona, que passa pela língua, mas se estende a uma cultura comum, a uma história partilhada. Essa história e essa cultura estarão em palco no próximo mês de Agosto na segunda edição do Sol da Caparica, um festival que abraça estilos, sensibilidades e tradições. E, claro, públicos de todas as idades. Para que a festa seja fantástica, além de música, haverá, claro, sol e surf, animação especial para crianças com um dia próprio, Cultura Urbana e muito mais.

Vitorino: Festa tropical

vitorino

“Vou cantar com uma banda de cubanos por isso será uma prestação tropical. Terá tudo a ver com a geografia do local e devo dizer que aquela costa já merecia um festival assim”. Vitorino é, sem dúvida, um dos artistas-chave da lusofonia, mas é igualmente alguém que soube olhar para lá desse universo e aproximar-se doutras culturas e doutras línguas, nunca esquecendo, no entanto, a sua identidade profunda que tem raízes no Alentejo. No palco do Sol da Caparica, vai aproveitar o especial cenário balnear para regressar à “sua” Havana revisitando o projecto especial que gravou com o Septeto Habanero e que é um dos momentos mais altos da sua vasta discografia.

Batida: O ritmo universal

batida

“É muito bom estar num palco perto de casa. Perto do mar. Ao lado de artistas que falam a mesma língua e perante um público que os valoriza e que percebe as letras”, explica Pedro Coquenão, cabeça e coração de Batida, projecto que tem angariado os mais rasgados elogios da imprensa internacional. Esses elogios também têm valido importantes aproximações a Batida que remisturou Damon Albarn, o líder dos Blur, ou produziu o novo álbum de um dos mais bem-sucedidos projectos africanos do presente, Konono no 1. Muito deste reconhecimento, que também se tem traduzido em prémios e distinções internacionais, passa pelo intenso trabalho que Batida tem desenvolvido ao vivo em palcos de diversos continentes.

Dino D’Santiago: Alma de Cabo Verde

dino

“Quando vi a programação do ano de estreia do Sol da Caparica o primeiro pensamento que tive foi que um dia gostaria de representar as minhas raízes naquele palco onde o sol realmente brilha para todos. Dia 14 de Agosto será o meu dia”, diz, orgulhoso, Dino D’Santiago. Dino gravou em nome próprio, passou pela Jaguar Band dos Expensive Soul e formou os Nu Soul Family com Virgul, homem que então militava nos Da Weasel. Até que se encontrou como Dino d’Santiago. Eva foi o resultado desse encontro de uma nova identidade, um disco diferente: “Este disco sou eu, é o resultado do que vejo, do que sinto”.

HMB: Groove lusitano

hmb

“O nosso segundo álbum, Sente, conta com vários convidados, Sir Scratch, Da Chic, Samuel Úria, Dj Ride entre outros, gostamos de os ter ao vivo sempre que possível. Acreditamos que será uma boa oportunidade para recriar algumas dessas músicas ao vivo”, apontam os HMB. Depois da edição de um primeiro álbum homónimo em 2012, os HMB apresentaram, já na reta final de 2014, o novo trabalho Sente que rebentou com estrondo nas playlists de todo o país graças ao single “Feeling”. Nos últimos meses, o grupo lisboeta tem vindo a aprimorar o concerto ao vivo, que se faz de um imparável balanço a que é impossível resistir.

Tim: Um herói do rock

tim

“Para quem viveu em Almada e frequentou a Caparica como praia quase diária durante a juventude, este Festival aparece tarde! Mas mais vale tarde do que nunca, assim podemos todos aproveitar o Sol, a Praia e a Música”, diz Tim, homem dos Xutos, homem da música portuguesa. Tim é um dos maiores heróis da música portuguesa e não apenas pela sua posição de vocalista da mais duradoura máquina rock do nosso país, os Xutos & Pontapés, mas também porque há muito é uma voz defensora dessa nobre arte de escrever e cantar na nossa própria língua.

Fonte: Press Release Sol da Caparica


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Batida, Dino D'Santiago, HMB, Tim, Vitorino


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *