23 Nov 2018 a 24 Nov 2018

Fechar os olhos e viajar para longe, bem longe do Super Bock em Stock, com Conner Youngblood

Fechar os olhos e viajar para longe, bem longe do Super Bock em Stock, com Conner Youngblood

Terceira vez em Lisboa. Segunda atuação na cidade alfacinha. Depois de se estrear em palcos nacionais na primeira parte do concerto de Milky Chance, Conner Youngblood regressou a Lisboa para o Super Bock em Stock.

Conner nasceu no Texas, passou por Yale, aprendeu a tocar clarinete, harpa, bateria e guitarra (e certamente mais uma mão cheia de instrumentos pelo caminho) e finalmente acabou por assentar em Nashville.

A sala 2 do Cinema São Jorge foi o local escolhido para voltar a receber Conner Youngblood, na passada noite de 24 de Novembro. Pequena, escura, aconchegante, limitando ao máximo as distrações externas e levando-nos imperiosamente a focar-nos unicamente no palco.

A música de Conner Youngblood é descomplicada e dispensa qualquer tipo de artifícios. Tal como a sua persona que, à sua maneira, vai incorporando e envolvendo elementos do folk, indie e eletrónica. Autor, e compositor, de temas como Australia, Everyday ou A Summer Song, Conner Youngblood trouxe o álbum Cheyenne, lançado no passado mês de Agosto, e de onde saíram The Birds of Finland e Stockholm.

Em pé, sentados, deitados, de olhos fechados, cada um bebeu das letras e melodias de Conner Youngblood vivendo inevitavelmente momentos de introspeção e deixando-se transportar para bem longe do São Jorge.

Arriscando entre algumas palavras em Português, contando-nos histórias ou introduzindo-nos à inspiração para suas músicas o norte-americano foi construindo pouco a pouco uma ligação com o público presente.

Conner tem vindo a construir um caminho irrepreensível no indie internacional e as expetativas vão crescendo para o seu futuro.

Mónica Borges  

Acho todos os cães bonitos e luto incansavelmente por uma carreira como turista, festivaleira e degustadora de waffles. Nas horas vagas salvo vidas.


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Conner Youngblood


  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *