Agir e os coliseus que o levam a sério

Agir e os coliseus que o levam a sério

Apagam-se as luzes, soltam-se os focos; ouvem-se os gritos histéricos e soa a bateria. Ali está ele. Agir chega ao palco para começar a última de três grandes noites. O Coliseu de Lisboa está cheio, pela segunda noite consecutiva. Desde crianças aos seus pais, não há quem não saiba, pelo menos, uma letra de cor. Dançam, batem palmas, saltam e não falta o “Agir, estou aqui!!”.

O concerto abriu com a Are You Ready??? e deixa bem clara a ideia: “É uma nova era, com um novo som. Se não gostas, adeus. Pois este som é para mim e para os meus”. Já não é novidade para quem segue o trabalho deste jovem talento que ele faz aquilo que sente que deve, sem se preocupar com olhares ou comentários, porque tem de ser fiel a quem quer ser.

agir_coliseu_img_7973

Sem filtros, seguiu para outro tema que fez a plateia tremer: Toda a Gente Olha. “Quando ando na rua toda a gente olha. Será pelas tattoos que eu tenho à mostra; Será dos alargadores que parecem duas rodas?!”. Longe de preconceitos, abriu a sua alma aos seus mais fiéis seguidores, a Team Got It.

Na plateia, observam-se os jovens com chapéus, t-shirts e cartazes que transpiram o nome e estilo do cantor por todo o lado. Vale tudo, até ficar sem voz, por uma noite que não se repete. Os telemóveis e isqueiros ergueram-se ao alto para receber Leva-me a Sério e Bola de Cristal, para os mais dados ao lado calmo de Agir.

Neste espetáculo foram vários os convidados, quer para estarem presentes, quer para subirem a palco. Na lista, podemos contar com Carolina Deslandes, Karetus, Rui Pité, Filipe Gonçalves e tantos outros. Castles in the Sand e Mountains não podiam ser excluídos da setlist, longe de dúvidas. Nos camarotes, estiveram também outras figuras conhecidas que se identificam o trabalho do músico e que não quiseram faltar.

agir_coliseu_img_8043

Foram duas as músicas que puderam contar com a actuação de alguns bailarinos, que encheram o palco de vida, dando mais dimensão a dois grandes temas, muito pessoais para o artista e aquelas com que muitos fãs se identificam. Primeiro, Deixa-te de Merdas, em que Agir sobe ao palco em meias e num estado psicológico intenso, com bailarinas a representarem os fantasmas do passado, dançando do forma agressiva e atrás de grades. Por outro lado, em Como Ela é Bela, um casal de bailarinos contou a sua história numa magnífica performance.

Aproveitou ainda para perguntar quem tinha pessoas importantes no recinto, porque gostava de tornar esta noite especial. Em resposta, alguns dos seus convidados, reforçaram: “Olha para isto, Agir. Já viste o que fizeste? Uma casa cheia aqui para ti”.

agir_coliseu_img_8443

Fechou-se a noite, assim, em grande. Com Makeup e Tempo é Dinheiro. Entre fumos e papelinhos, a sala encheu-se de cor e sorrisos, para encerrar esta saga de concertos, que até com o pedido de casamento à namorada contou.

Fotos: Alexandre Antunes / Everything is New

Sofia Felgueiras  

Diz que é jornalista, curte de apresentar televisão e ainda acredita em magia. Aquela criança histérica que vai conhecer todos os artistas. "Gotta Catch'em all!".


Ainda não és nosso fã no Facebook?


Mais sobre: Agir

  • Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *